domingo, 19 de junho de 2016


ensidade

Pesa o passo mais que seu próprio peso
Pesa o passo dado e o que ainda nem se deu

1 comentário:

  1. A densidade pressupõe uma relação entre massa e volume, entre corpo e espaço.
    Tendo em conta que o peso do corpo é suportado pelos pés, o passo será esse andar do corpo pelo espaço suportando o seu peso.
    Mas por que razão pesará “o passo mais que seu próprio peso”?
    Porque o passo, para além de suportar o peso do corpo ao longo do espaço, também suporta o peso do tempo que se faz sentir no corpo e, por conseguinte, nos seus passos?
    “Pesa o passo dado e o que ainda nem se deu”, diz-nos o segundo verso.
    O que nos leva a crer que o tempo é efectivamente a causa do peso a mais, já que há um “passo dado” e um passo “que ainda nem se deu”, estando Passado e Futuro presentes no peso do “passo dado” no Presente.
    A densidade torna-se, assim, uma densidade humana (e sentida), não só nos lembrando que carregamos connosco todos os passos que demos, como também acautelando-nos dos passos futuros, dos passos que ainda estão por vir … (não vá o peso desses vindouros passos tornar-se insuportável, fazendo com que o “passo dado” se afunde com o “próprio peso”)

    C.M.

    ResponderEliminar