terça-feira, 7 de agosto de 2018







essureição


A flor fenece murcha
e murcha retoma a terra
um sopro último sopra o pólen 
que semeará o solo


domingo, 17 de junho de 2018



obressalto

Do sobressalto salta o som
Do som solta-se o sopro
Do sopro sobra o sobressalto

sexta-feira, 1 de junho de 2018








ulsar


Uma colisão de destroços que fissura as ruínas de um mundo devassado

segunda-feira, 14 de maio de 2018


xpectativa


No inexplicável advento de Sermos 
Surpreendentemente corpo  
                        Surgimos pensamento
Com a inata expectativa da grandeza implícita  

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017




empo



Se vos disser que o tempo se esvai, Subitamente
E que, de Súbito, 
Ao tempo, suavemente vertiginoso,
Sunirá o temor de o perder  

segunda-feira, 16 de outubro de 2017




ovena


Nove vezes a face nos assola
Nove rostos nos assomam em memória
Nove terços somados como partes
Nove novenas em verso formando tempestades

sexta-feira, 29 de setembro de 2017






laridade


Afastemos do peso que (nos) dobra
A densa espessura que (nos) contrai
Apartando do medo a culpa que o torna irrespirável
Encontraremos, no tempo incógnito, a claridade que nos declinou


sexta-feira, 16 de junho de 2017







ausa


Se cedo à escrita a obscura raiz de uma escuridão infértil
É porque um grito profundo raramente se esvaece num ruído inerte

terça-feira, 30 de maio de 2017




esânimo


Da descrença e das suas invisibilidades ocupam-se os passos das sombras



sexta-feira, 21 de abril de 2017

éspera


Caminharei aleatoriamente pela cronologia do tempo não datado
Outrora alterando a pressuposta prê-existência
Abreviando a distância que determina minha espera
Passando a contar o tempo em vésperas